Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Titi já volta

A Titi já volta

Cruzeiro Rota dos Príncipes no maior navio do Mundo - Dia 2: Barcelona e embarque no navio

Navio Harmony of the Seas - Royal Caribbean

10 a 18 de Setembro de 2016 - Barcelona, Palma de Maiorca, Marselha, Civitavecchia, Nápoles

 

Dia 2 – Barcelona / Embarque no Harmony of the Seas

 

20160911_131359.jpg

 

Na segunda manhã por Barcelona explorámos a zona de L`Eixample que alberga os mais requintados edifícios de estilo modernista.

Por volta das 9 horas apanhámos o metro em frente ao hotel e seguimos pela linha roxa até à Sagrada Família.

Relativamente ao funcionamento do metro de Barcelona, existem várias opções de bilhetes, o bilhete simples (2,15€), o bilhete diário (7,60€) e o bilhete T-10 (9,95€). Optámos pelo bilhete T-10 que inclui 10 bilhetes e pode ser compartilhado com mais de um passageiro, ou seja, bastou passar o bilhete pela máquina o número de vezes quanto o número de pessoas que estávamos a entrar. As crianças pagam a partir dos 4 anos.

A Sagrada Família é um símbolo de Barcelona e este famoso edifício continua inacabado. Gaudi iniciou a obra em 1883 e o seu projeto previa 18 torres altas dominadas por uma ainda mais elevada dedicada a Jesus Cristo. Apenas conseguiu completar uma das torres, a maior parte da frente este (natividade), a abside em pináculo e a cripta.

 

20160911_091811.jpg

 

20160911_093118.jpg

 

20160911_093132.jpg

 

A partir da Sagrada Família percorremos a Carrer de Provença até à Casa Milá (La Pedrera). Existem imensas histórias sobre esta casa de sete picos revestida por uma camada exterior ondulada em pedra e com peças metálicas nas varandas que simulam algas a flutuar.

 

20160911_102317.jpg

 

20160911_102214.jpg

 

Descemos o Passeig de Grácia, uma avenida moderna repleta de lojas, onde encontrámos a Manzana de la Discòrdia. Foi aqui que arquitetos modernistas dotaram este bairro com alguns dos mais caricatos prédios urbanos alguma vez vistos. No número 35  encontramos a Casa Lléo-Morera, no número 41 a Casa Amatller e no número 43 a Casa Batlló.

 

20160911_103421.jpg

 

20160911_103806.jpg

 

Depois de apreciarmos todas estas obras de espetacularidade continuámos até à Plaça de Catalunya onde apanhámos a linha verde do metro de volta ao hotel.

 

20160911_104937.jpg

 

Já eram cerca das 12 horas quando realizámos o check-out do hotel e com as malas seguimos a pé até ao Mirador a Colom onde apanhámos um autocarro até ao terminal B do porto de cruzeiros. A maioria dos navios de cruzeiro partem dos terminais A, B, C e D que são os mais distantes da entrada do porto. Os autocarros chamados Port-Bus de cor azul só operam nos dias em que chegam ou partem navios. O bilhete de ida custou 3 € e o de ida e volta para quem faz escala neste porto são 4€ com saídas a cada 30 minutos. O bilhete é comprado diretamente ao condutor.

 

Ao vislumbrarmos o navio o entusiasmo tornou-se cada vez maior. Assim que chegámos ao terminal entregámos a bagagem e a fila de entrada era gigante. Já tínhamos feito o check-in online e o facto de viajarmos com uma criança tornou a nossa entrada mais rápida.

 

20200417_193441 (2).jpg

 

O Harmony of the Seas da Royal Caribbean foi considerado durante o ano de 2016 o maior navio do mundo, tendo sido inaugurado em Maio. O Harmony é mais do que um navio por todos os serviços e hipóteses de entretenimento que oferece. Pertence à classe Oasis, tem 70 metros de altura, 362 metros de comprimento, 65 cm de largura e capacidade total de 8500 pessoas incluindo os 2394 tripulantes. Assim que entrámos sentimos que tínhamos uma enorme cidade flutuante para descobrir.

 

20160914_133308.jpg

 

No seu interior encontramos sete bairros distintos: Central Park, Boardwalk, Royal Promenade, piscinas e zona de desportos, spa, zona de entretenimento e zona para crianças e jovens.

Tínhamos à disposição 20 restaurantes e 15 bares e as opções de entretenimento eram imensas: 4 piscinas principais e várias mais pequenas num total de 23, 10 jacuzzis, slides aquáticos, spa, ginásio, casino, sala de jogos, biblioteca, sala de exposições, cinema, teatro, mini golfe, campo de basquete e voleibol, patinagem no gelo, court de ténis, pista de jogging, carrousel, zip line, flowrider, 2 paredes de escalada.

 

20160917_162511.jpg

 

Assim que entrámos diretamente para a Royal Promenade, que é uma grande avenida com lojas, bares e restaurantes, ficámos fascinados e com a certeza de que a próxima semana seria repleta de emoções.

 

20160913_233626.jpg

 

20160911_135321_Moment.jpg

 

Após explorarmos as respetivas cabines interiores situadas no deck 7 e onde já tínhamos o cruise compass com as actividades programadas para o dia e noite, fomos até ao Windjammer Marketplace no deck 16 para almoçarmos. Diariamente neste buffet self-service encontrámos sabores da China, Japão, Itália e Índia para além da habitual comida fast-food e comida light.

Depois do almoço programámos os espetáculos para os dias e horários que preferíamos pois nestes navios a reserva é aconselhável.

Com inúmeras atividades a decorrerem ao mesmo tempo foi difícil tomarmos uma escolha e sinceramente houve alturas em que andámos de um deck para o outro para não perdermos nenhuma diversão e desfrutarmos ao máximo desta incrível experiência.

Para quem viaja com crianças a splashway bay é uma das grandes atrações. Trata-se de um parque aquático com brinquedos interativos, escorregas, réplicas de animais coloridos que soltam jatos de água e um balde gigante que depois de cheio deixa cair a água.

 

20160911_182252_Momentm.jpg

 

Durante a tarde tivemos vários encontros com personagens da Dream Works, o habitual simulacro de emergência e a partir das 17h30 começou a festa de partida no deck das piscinas, onde aproveitámos o sol e as várias piscinas e jacuzzis.

 

WP_20160917_13_14_43_Pro.jpg

 

Após as aventuras da tarde desfrutámos do nosso primeiro jantar no restaurante American Icon onde tínhamos escolhido o segundo turno pelo que iríamos jantar todos os dias às 21 horas. E foi neste restaurante principal que notámos a diferença entre viajar num navio com 6000 ou 3000 passageiros pois o tempo de espera é compreensivelmente maior mas mantendo o ambiente simpático e menus saborosos como já era hábito.

 

20160917_221654.jpg

 

20160917_231828.jpg

 

Depois do jantar assistimos às 23 horas ao espetáculo The Fine Line Aqua Show no AquaTheater. Trata-se de um espetáculo com acrobatas aquáticos que deixam os espetadores deslumbrados. E foi sem dúvida o melhor espetáculo que assistimos a bordo.

 

20160911_234037_Moment.jpg

 

20160911_232126_Moment.jpg

 

Este teatro aquático fica na Boardwalk, uma zona do navio onde encontramos igualmente jogos de rua, lojas, o restaurante Boardwalk Dog House e o irresistível carroussel que é um divertimento para crianças e adultos.

 

20160917_162612.jpg

 

20160917_162620.jpg

 

20160912_204221_Moment.jpg

 

Terminámos a noite na Royal Promenade junto ao Rising Tide Bar que é um incrível bar que sobe e desce ao longo de três decks.

 

20160914_153947.jpg

 

...continuar a ler - Dia 3: Palma de Maiorca

 

Titi

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.