Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Titi já volta

A Titi já volta

O meu primeiro Cruzeiro nas Ilhas Gregas - Dia 1: Viagem Lisboa-Veneza

Cruzeiro no Splendour of the Seas - Royal Caribbean

5 a 13 de Setembro de 2014 - Veneza, Kotor, Corfu, Atenas, Mykonos, Argostoli

 

422114_214x305.png

 

Esta foi uma viagem bastante pensada e ponderada, na medida em que não fazia a mínima ideia do que seria fazer um cruzeiro. De forma curiosa, fiz algumas pesquisas na tentativa de recolher várias informações de como fazer e desfrutar de umas férias em cruzeiro. A partir daqui, rapidamente decidi qual seria a próxima viagem. Era também a realização de um sonho para alguns familiares que me acompanhavam.

Após ler algumas dicas em fóruns e blogs, optei pela zona do mediterrâneo para uma primeira viagem de cruzeiro, e de preferência que incluísse alguma ilha grega. De acordo com os dias de férias que tinha e a rota que pretendia, encontrei um pacote em promoção numa agência de viagens que incluía os voos, cruzeiro e uma noite em Veneza.

Devido à minha inexperiência no mundo dos cruzeiros, parti com algumas interrogações em mente: será que iria gostar; poderia sentir muito o balanço do navio; ou se até poderia ficar viciada. As respostas encontram-se ao longo deste diário.

 

Dia 1 - Viagem Lisboa-Veneza

 

A viagem teve início através de um voo da TAP que partiu de Lisboa às 13h15. Eram cerca de 17 horas em Veneza quando aterrámos no aeroporto Marco Polo, que se encontra a cerca de 8 Km a norte do centro da cidade.

De acordo com o programa original da agência deveríamos pernoitar em Mestre, na parte continental de Veneza. Contudo, fizemos uma alteração para um hotel que se localizasse no coração de Veneza, de modo a aproveitarmos melhor o pouco tempo que tínhamos para conhecer um pouco desta cidade.

À saída do terminal do aeroporto caminhámos pela esquerda até chegarmos aos táxis aquáticos, onde tínhamos uma reserva de um transfer marítimo que nos levou até ao hotel. Foi durante este trajeto que ficámos imediatamente apaixonados por Veneza.

 

WP_20140905_001.jpg

 

O táxi parou nas traseiras do Hotel Santa Marina 4 estrelas, onde tínhamos uma reserva em regime de alojamento e pequeno-almoço.

 

WP_20140906_003.jpg

 

Depois de devidamente alojados, fomos explorar a cidade dos canais.

Veneza assenta numa lagoa com inúmeras ilhas, vielas e canais. Está dividida em seis bairros: San Polo, Dorsoduro, Santa Croce, San Marco, Castello e Cannaregio.

San Marco é o coração da cidade, repleto de palácios, igrejas, museus, lojas e restaurantes. Foram as zonas de San Marco e San Polo que conseguimos conhecer melhor durante um fim de tarde e uma manhã.

A melhor forma de nos movimentarmos pela cidade é a pé, e também usando alguns transportes públicos como o vaporetti e traghetti.

À saída do hotel fomos percorrendo várias vielas de forma a explorarmos livremente esta cidade. Confesso que por várias vezes fomos ter a ruas que acabavam na lagoa.

O Grande Canal serpenteia o coração da cidade ao longo de 4 Km. Durante o seu percurso não faltam barcos e animação, pois é de onde obtemos vistas magníficas dos mais belos palácios da cidade. Um dos principais pontos de observação do canal é a partir da ponte do Rialto, de onde se vê o canal no pico da sua animação. Pode ser percorrido de gondola, de vaporetto ou de táxi.

 

WP_20140905_018.jpg

 

O Rialto é uma das atrações mais icónicas. A sua ponte atravessa o Grande Canal para unir o bairro de San Marco ao Rialto. É uma zona comercial onde de manhã se encontra um mercado com bancas de peixe, frutas e vegetais. Foi mais um local por onde vagueámos pelo labirinto de ruas sem olhar para o mapa.

Depois de jantarmos fomos até à famosa Praça de San Marco, a maior praça de Veneza, que se encontra delimitada por edifícios imponentes e esplêndidas arcadas. O seu encanto é diferente à noite e de dia. À noite é caracterizada pelas celebres esplanadas com música ao vivo nos conhecidos e caros cafés e restaurantes. Pudemos ver que por ali se vive um ótimo ambiente.

 

WP_20140905_022.jpg

 

Veneza é de uma beleza indescritível durante o dia, mas à noite é ainda mais encantadora. As praças principais ficam mais calmas, o ambiente mais medieval e propício a um passeio pelas ruas estreitas com a luz a refletir sobre a água.

Foi neste local que demos por terminada a noite. Regressámos ao hotel para recarregarmos baterias para o grande dia que iria chegar.

 

...continuar a ler - Dia 2: Veneza e Embarque 

 

  Titi

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.